Catch Me... - 3° Capítulo - Special





" Eu te amarei até os fim dos tempos"
Lana Del Rey- Blue Jeans


Justin's OPV

Eu não estou entendendo o jeito que Katheryn está me tratando, eu só queria que ela compreendesse que eu to carente, to precisando dela mais do que nunca. Nosso casamento ta uma bosta quando se trata de carinho, sexo e até mesmo de palavras como "Eu te amo" ela ta esfriando pra caralho e isso me deixa puto da vida, apenas querendo saber o que eu fiz de errado, por mais que Sophi e Cassie precisassem de atenção eu também preciso sei que não pode ser 24 horas mas pelo menos as quatro horas que restariam eu queria ter.

-Papai, papai, papai, papai,papai !! -la vinha Sophi correndo e gritando por mim-
-Oi meu amor... -a peguei no colo- Você já tomou seu mingau?
-Tomo mingau xim. -eu ri-

Sophi era pequena ainda, tinha apenas um ano e meio, pra responder nossas perguntas ela sempre repetia elas antes de dar sua resposta definitiva, isso era engraçado e eu amava esse jeitinho dela.

- Papai mamãe xolando.
- A mamãe ta chorando? -ela assentiu- Por quê?
- Xei num. Potê papai? Sophi gosta naum de vê Katy xolando.
- Ah filha a mamãe deve ta triste com alguma coisa, pergunte a ela o que ela tem. Tudo bem? -ela assentiu- Quer biscoito?
-Que bixcoito naum, bigado.

O jeito que Sophi falava só me fazia ter mais vontade ainda de aperta-la até ficar vermelha, uma vez eu fiz isso mas a Sophi acabou chorando e eu ganhando uma bronca da Kat.

-Filha!

Olhei em direção a escada e lá estava ela com seus óculos de sol sobre seus olhos tentando esconder que havia chorado um rio, Sophi desceu de meu colo indo correndo em direção a ela que a pegou no colo e depositou um beijo na testa, bufei e voltei pra meu estado normal no sofá.

-Bieber eu já vou indo, você pode fazer um favor pra mim?
- O que é? -disse sem olhar-
- Leve as coisas de Sophi que estão aqui, se você for pra casa caso o contrário arranja alguém pra mandar tudo. Pode fazer isso ou os dedos vão cair?
- Eles vão cair. -provoquei-
-Ótimo.

Ela sabia que mesmo eu dando uma resposta daquelas eu iria fazer o que ela me pediu, já que eu era um bobo apaixonado por essa criatura insuportável mas totalmente irresistível.

-Papai casa naum?
-Mais tarde o papai chega, filha!
-Bincar, cavainho!
-Claro que a gente brinca de cavalinho quando eu chegar em casa, só vou falar como Tio Chaz e o papai vai ta bom?
-Ta bom.

Depositei um beijo em sua bochecha estalado e molhado, olhei para Kat e a minha vontade de beijar seus lábios era imensa eu tinha que resistir... mas foi em vão. Grudei seus lábios aos meus ignorando minha filha ali ao lado, apenas um selinho demorado pra ver se la enxerga que eu a amo mais que a mim mesmo.

-Tchau.

Me afastei delas e subi em direção ao quarto de Chaz onde os garotos estavam esperando que Chaz pegasse o novo controle do video game que havia ganhado, entrei ali e lá estavam eles fazendo merda.

-Eu já vou indo, vou pegar as coisas da Sophi com a Cait e vou. Alguém quer ir comigo?
-Não cara, valeu!
- Eu vou! - gritou Ryan- Pattie ta me devendo uma dúzia de biscoitos fora que quero azucrinar a Cassie e a Sophi. -rimos- E a Katy também porque ela fica mo puta quando eu faço isso.
-Ok. Vamos então?
-Vamo boiola.
-Boila? Tem certeza? Eu tenho duas filhas, cara. Já você...
-Você sabe que não encontrei a garota certa ainda.
-Tudo bem!

Saímos dali rindo e fui até o quarto de Cait para poder pegar as coisas de Sophi, moramos em Atlanta e Cait e Chris também mas quase não nos vemos e Sophi sempre morre de saudades da madrinha que a mima até o o último fio de cabelos então sempre que nos viemos ao Canadá Cait da um jeito de vir também pra poder passar mais tempo com Kat e Sophi. Elas são grandes amigas, mesmo que eu ache estranho minha mulher se dar bem com uma de minhas ex-namoradas.

-Cait onde estão as coisas da Sophi?
-Ah... estão aqui. - ela me entregou três sacolas- Justin pede pro Ryan levar suas coisas porque eu preciso conversar com você.
-Tudo bem.

Dei as sacolas pra Ryan e ela me pediu pra sentar apontando pra sua cama e eu fiz o que ela havia me pedido, já até imagino do que se trata essa conversa.

-O que ta acontecendo com você e a Katy? Porra! Eu já to de saco cheio de ver vocês dois brigando, isso afeta a Cassie e principalmente a Sophi, que merda ta acontecendo com vocês?

Eu sinceramente não sabia o que dizer, resolver isso pra mim com palavra sempre foi complicado tanto que eu a Kat resolvíamos nossas brigas sempre na cama com um sexo louco mas de uns meses pra ca nem tempo pra sexo nós estamos tento quanto mais pra resolver brigas. Por isso eu chamei ela pra virmos pra cá, eu achei que eu iria ganhar mais atenção da garota que amo e até mesmo de minhas filhas mas está sendo ao contrário, elas estão me ignorando cada vez mais.

-Eu não sei Cait! Tudo se torna tão complicado quando se trata de mim e Katheryn.
-Pois trate de descomplicar. Sabe o que ela me disse hoje? Que você não amava mais ela. Você a ama Justin?

Pergunta idiota.

-Se eu não a amasse eu não estaria casado com ela, pode ter certeza! Eu a amo como nunca amaei uma mulher na minha vida, Caitlin ela e minhas filhas são as coisas mais importantes da minha vida como eu não amaria aquela mulher? Ela duvida de mim, é isso?
-Sim, ela divido. Ela me disse que você anda muito frio com ela.
-E ela anda me dando carinho pra não se dizer ao contrário.
-Os dois estão errados. Vocês tem que parar com isso, faça alguma coisa seu viado de merda!

Por mais que eu odiasse ter ela me chamando de viado de merda era verdade, eu tinha que fazer alguma coisa pra que Kat me perdoasse por alguma coisas que nem sei se fiz direito. Eu me sentia culpado, isso era fato mas não também não queria dar o braço a torcer, meu orgulho fala mais alto.

-Se vocês não se resolverem até amanhã eu mato todos os dois. As meninas não precisam ver os pais brigando toda hora, isso machuca elas!
-Como eu posso consertar as coisas sozinho? Ela não contribui pra nada, Caitlin!
-Não diga isso. Vá pra casa e a chame pra jantar, pode deixar que eu cuido do lugar, da decoração e tudo!
-Como eu vou saber onde é esse lugar?
-Eu te mando um torpedo dizendo e endereço, ok? -assenti- Agora vai e da um beijo daqueles na sua mulher e diz a ela como ela é gostosa pra caralho! -rimos-

Assenti e sai dali indo em direção a minha casa, Ryan e eu nem conversamos muito apenas rimos de alguma merda que ele faz no passado eu algo do tipo. Cheguei em casa e vi Kat brincando com as garotas sentadas no tapete da sala enquanto passava Barbie na tv. Com essa coisa de jantar eu tive uma ideia então apenas subi e deixei as coisas no quarto das garotas, quando estava abrindo a porta pra sair novamente Sophi me gritou.

-Papai! Cavainho, pu favô!
-Filha o papai vai ali e mais tarde volta ok? E ele brinca de cavalinho com você, ok?
-Ok. -ela assentiu-

Katheryn Spark's OPV

Ele já havia saido novamente e nem se quer olhou em minha cara, com aquele selinho que ele havia me dado quando sai da casa de Chaz pensei que as coisas iriam voltar ao normal mas infelizmente não é sempre assim que as coisas acontecem. Acabei pegando no sono deitada no sofá junto com as garotas em meus braços.

(...)

Acordei um pouco assustada por não ver as garotas em meus braços, subi até o quarto delas e lá estava cada uma em sua devida cama dormindo profundamente, me acamei por vê-las ali e fui até meu quarto me deparando com várias caixas em cima de minha cama, comecei a abri-las uma por uma. Havia um vestido, um sapato, joias e um perfume novo. Havia um cartão os acompanhando, abri o mesmo e eu me deparei com uma letra que conhecia bem.

" Esteja pronta as oito,
                                    Te amo <3"


6 comentários

Comentem Beliefuchas! :)